Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DeLivros

DeLivros

11
Ago17

Big Little Lies | Opinião

Daniela

 Sinopse:

Big Little Lies conta a história de três mães que se aproximam quando seus filhos passam a estudar juntos no jardim de infância. Até então, elas levam vidas aparentemente perfeitas, mas os acontecimentos que se desenrolam levam as três a extremos como assassinato e subversão.

 

 

Como é óbvio não podia deixar de ver esta série em que a Shailene Woodley representa não é verdade? Fã que é fã vê tudo. 

Esta série foi completamente bem produzida, atores excelentes, a banda sonora é extraordinária tudo está no ponto. A história é excelente, está cheia de segredos até ao último episódio e mesmo assim continua com mais. Apesar de alguns serem previsiveis tem outros que são uma bomba na nossa cabeça. Adorei a seleção de imagens que eles fizeram e juntaram para colocar no início da série para anunciar a série (se é que me entendem) com uma música também muito bonita e com a onda do misterio. Das três atrizes a que mais gostei foi a Reese Witherspoon (a loira) porque ela simplesmente prende o espectador ao ecrã. 

A série vale mesmo a pena ver e espero que tenha tido audiência necessária para uma 2 temporada porque é necessária. 4,5 estrelas para esta série, acho que todos iam gostar para além do mais vê-se rápido porque é bastante pequena.

 

Trailer:

 (Vejam este trailer fantástico!!)

08
Ago17

Vampire Academy (2014) | Opinião

Daniela

 

Sinopse:

Na escola de vampiros St. Vladimir estudam Rose (Zoey Deutch) e Lissa (Lucy Fry), duas melhores amigas. Rose é meio humana, meio vampira, que tem o dom de entrar na cabeça de Lissa, uma princesa que domina o elemento do Espírito, sendo capaz de curar pessoas e animais. Juntas, elas pretendem proteger os Moroi, alta linhagem dos vampiros, dos inimigos Strigoi, vampiros do mal.

 

Este filme tem a mesma atriz do filme "Before I Fall" que falei neste post. Sem dúvida que está muito melhor neste filme que no outro. Surpreendeu-me bastante este filme, pela positiva claro.

Gostei bastante dos atores e fiquei até chocada por aparece lá o Dominic Sherwood que faz de Jace em shadowhunters (amo ele).

Gostei muito da história, do mundo dos vampiros e da banda sonora. Como não sou muito de ver muitos filmes sobre vampiros este surpreendeu-me bastante e sem dúvida que aconselho a toda a gente.

Dou 4 estrelas a este filme e se alguém aí for fanático por filmes de vampiros aconselhe-me alguns. 

 

Trailer:

 

08
Ago17

The Boss Baby | Opinião

Daniela

 

 Sinopse:

A chegada de um bebé afeta toda a família, especialmente na perspetiva imaginativa e pouco confiável de Tim, uma criança de 7 anos, que é o seu irmão mais velho. Além do mais, o bebé não é um bebé normal: vem já bem preparado com uma boa dose de sabedoria e ironia, veste fato e gravata e usa uma malinha. como um crescido homem de negócios...

 

Para mim sem dúvida que é a melhor animação que já vi. 

A história é excelente, hilariante mas acaba por passar uma boa mensagem. A animação ficou excelente, os bonecos super bem feitos e as cenas do filme fora do comum. Sendo a DreamWorks a produtora que é, não esperava menos de um filme deles.  Adorei, adorei e adorei. Já disse que adorei?

No inicio, “The Boss Baby” é um pouco de “Phineas and Ferb”: o irmão mais velho que tenta apanhar o irmão mais novo em flagrante e denunciá-lo aos pais. Foram hilariantes todas essas tentativas, entre as quais a cena em que Tim provoca o bebé ao vesti-lo de marinheiro, assim como cenas como a reunião de bebés e a fuga à ama.

Este filme não é violento em momento algum, o que me agradou. O vilão tem apenas como plano maléfico lançar cãezinhos pelo mundo, de forma a substituir os bebés, o que é mais um plano fofo do que maléfico do mundo. (sarcasmo) É o típico filme da DreamWorks: com uma história engraçada e única, com personagens marcantes. 

Não importa a idade que tenhamos vamos sempre adorar este filme!

Recomendo bastante este filme, 5 estrelinhas e dos melhores filmes de 2017!

 

Trailer:

 

 

07
Ago17

Monstros Fantásticos (2016) | Opinião

Daniela

 Sinopse:

As aventuras de Newt Scamander no seio da comunidade secreta de bruxas e feiticeiros de Nova Iorque, setenta anos antes da chegada de Harry Potter a Hogwarts. Estamos em 1926 e Newt chega a Nova Iorque em mais uma etapa da sua digressão mundial em busca de criaturas mágicas. Tudo deveria correr sem sobressaltos, mas uma mala perdida e um No-Maj (um Muggle no linguajar dos norte-americanos) chamado Jacob (Dan Fogler) levam as criaturas recolhidas por Newt a espalhar o terror e o caos.

 

 

Disseram-me maravilhas deste filme, fui matar a curiosidade e ver! 

Um filme mega bem feito, os "animais fantásticos" são mesmo fantásticos e realistas. O mundo mágico está completamente deslumbrante e bem feito. Claro que se fosse super apaixonada por Harry Potter (filmes e livros que ainda nem vi nem li) ia amar este filme mas mesmo assim adorei!

Adorei completamente o Jacob Kowalski (interpretado por Dan Fogler) penso que de entre todos os atores foi o que mais gostei e mais me cativou. O ator principal (Eddie Redmayne) não gostei, não foi o ator indicado para este filme de ação, as suas atitudes não me deram aquela "adrenalina" que deveria. 

Gostei bastante do final confesso que até me emocionei, é verdade, e ainda fiquei curiosa para ver e ler Harry Potter! Talvez em breve, espero. 

Dou 4 estrelas a este filme é muito bem produzido e vale a pena ser visto. 

 

 

Trailer:

 

 

07
Ago17

Em Chamas | Opinião

Daniela

 

 

 

  Suzanne Collins lançou a trilogia "Os Jogos Da Fomes" que foi um sucesso e encantou muitas pessoas incluindo eu. "Em Chamas" é o segundo livro lançado da trilogia e foi bestseller em diversas revistas e jornais durante semanas.

 

Já quase sem me recordava da história do primeiro volume (opinião aqui) mas mesmo assim insisti e li de vez o segundo. Confesso que no início como não estava muito dentro da história, embora tenha revisto o filme, demorei um pouco a iniciar a leitura mas assim que peguei nele como deve ser e com calma não consegui mais parar de ler. Foram dois dias em que não descansava sem acabar o livro. Amei a escrita da autora, consegui mesmo entrar na história. Sim o que vou dizer a seguir pode ser o mesmo de sempre mas eu nunca jamais chorei (mesmo chorar) tanto por uma história. Emocionou-me mesmo muito.

 

Os personagens continuam iguais, maravilhosos embora não tenha gostado da indecisão de Katniss, não é só indecisão, é que quando se lembrava beijava um e no momento seguinte já era outro. Irritante! Já para mais ela é bastante arrogante em algumas partes e age bastante por impulso sem pensar em consequências. 

 

Peeta, o meu querido Peeta! Está confirmado, sou #TeamPeeta. Não dá como não gostar dele, é um amor, decidido, inteligente e gosta de ajudar os outros. 

 

Cinna, é outro personagem que adoro! Nos momentos piores sempre apoiou a Katniss e quando mais ninguém gostava dela ele esteve lá! Tem personalidade forte e é simplesmente fantástico!

 

Acontece tanta coisa neste livro, tanta fúria, tanto amor, tanta reviravolta, tanta guerra. É impossível não amar.

O final para mim foi simplesmente uma bomba, foi excelente! Um dos melhores finais que já li! Gostei tanto que tive de ir logo a uma biblioteca buscar o terceiro livro.

 

5 estrelas para este livro fantástico, vale muita a pena. Tenho a certeza que vou querer ir comprar os três livros para a minha estante. Ler Jogos Da Fome é ler e não parar mais.

  

 

 

 

17
Jul17

Before I Fall (2017) | Opinião

Daniela

 

Sinopse:

Samantha Kingston (Zoey Deutch) é uma jovem que tem tudo o que uma jovem pode desejar da vida.. No entanto, essa vida perfeita chega a um final abrupto e repentino no dia 12 de fevereiro, um dia que seria um dia como outro qualquer se não fosse o dia de sua morte. Porém, segundos antes de realmente morrer, ela terá a oportunidade de mudar a sua última semana e, talvez, o seu destino.

 

 

Gostei bastante do filme apenas achei muito repetitivo. Acontecia sempre  a mesma coisa mas com atitudes ou pormenores diferentes, achei que torna o filme bastante secante. É um filme confuso não posso negar, fiquei mega confusa no início mas acho que vale muito mas mesmo muito a pena ver este filme pela lição de moral que transmite!Às vezes os simples pormenores podem mudar o futuro.

 

A atriz não é excelente, não transmitiu sempre aquela "confusão" na cabeça que deveria transmitir. Existe cenas e atitudes neste filme completamente sem ponta por onde se pegar. Não fazem absolutamente sentido nenhum e isso desiludiu-me um pouco. 

 

O final é espetacular, amei completamente. Achei interessante como as pessoas não pensam nas consequências dos seus atos, e acho que este filme é indicado para refletir bastante sobre isso.

(Para de julgar as pessoas sem saberes como elas são, imagina só como elas se sentem vendo tu a fazeres pouco delas ou a gozar com elas em frente da escola toda, reflete sobre isso)

 

Dou 4,5 estrelas a este filme, gostei bastante deixa muito que pensar.

 

No IMDb 6.4 estrelas 

 

Trailer:

 

 

16
Jul17

We Need To Talk About Kevin (2011) | Opinião

Daniela

 Sinopse:

Eva (Tilda Swinton) mora sozinha e teve sua casa e carro pintados de vermelho. Maltratada nas ruas, ela tenta recomeçar a vida com um novo emprego e vive temorosa, evitando as pessoas. O motivo desta situação vem de seu passado, da época em que era casada com Franklin (John C. Reilly), com quem teve dois filhos: Kevin (Jasper Newell/Ezra Miller) e Lucy (Ursula Parker). Seu relacionamento com o primogénito, Kevin, sempre foi complicado, desde quando ele era bebé. Com o tempo a situação foi se agravando mas, mesmo conhecendo o filho muito bem, Eva jamais imaginaria do que ele seria capaz de fazer.

 

 

 Um filme excelente. Bastante bem produzido e bastante obscuro. Surpreendi-me bastante com este filme porque nunca tinha visto nada igual, a história é a mais original e demoníaca que já vi! Mas calma que não é de terror! 

 

Adorei o facto de a história já ser incrível mas ter outra por trás ainda mais incrível com segredos, situações estranhas entre outras mais coisas. Os atores são incríveis só que achei a Eva (Tilda Swinton) não foi muito indicada para o papel, a expressão facial dela não me disse que estava a sentir algo. A banda sonora, as imagens e as roupas davam aquele ar vintage ao filme, gostei bastante disso.

 

Aquele final foi simplesmente fantástico, foi aquela bomba que o filme precisava para ser melhor. Um dos meus favoritos do ano. 4.5 estrelas recomendo bastante!

 

No IMDb 7.5 estrelas

 

Trailer: 

 

11
Jul17

Que Alguém Me Queira Cinco Minutos! | Opinião

Daniela

 

 

José María Plaza, autor espanhol lançou este livro "Que Alguém Me Queira Cinco Minutos!" em 1996. Um livro bastante antigo mas que me encantou e tocou. 

 

Conta a história de duas amigas inseparáveis: Marta e Júlia. A Marta é simpática e atraente e tem bastante sucesso com os rapazes, enquanto que a Júlia não se sente bem com o corpo que tem e é bastante carente por isso tenta procurar afeto em Marta. Dias passam e Júlia começa a meter à prova a sua capacidade de amar e então recorre de novo a Marta mas desta vez pede ajuda. 

O livro é contado de dois pontos de vista individuais, por isso, é um capítulo em que quem fala é a Marta depois a Júlia e no final as duas juntas. A escrita do autor é realmente muito boa e leve, consegui entrar mesmo nesta história o que me fez emocionar no final, foi sem dúvida um grande final.

 

Surpreendeu-me bastante este livro, esta história e estas personagens! É muito fora do comum existir histórias destas naquela altura o que tenho a certeza que também surpreendeu muita gente. 

Este livro entrou diretamente para os meus favoritos de 2017 e da vida, embora seja antigo vale muito muito a pena ler. 5 estrelinhas para este livro e recomendo bastante, não se vão arrepender.

 

 

"Se alguém me diz que me ama, embora seja mentira, eu acredito. Pode ser verdade nesse momento. O amor nem sempre é eterno: só o amor que sonhamos.

Toda a vida tentei ser amada, mesmo que fosse por um instante. Por cinco minutos. Cinco minutos são suficientes para viver o estremecimento e a emoção, para sentir que uma pessoa está a dizer-nos que nos ama, que nos ama, que somos importantes... Que nos ama, embora nos minta um pouco."

10
Jul17

Antes Do Futuro | Opinião

Daniela

 

 

 Jay Asher é autor do bestseller internacional do livro Por Treze Razões, aquela série da Netflix que bombou muito. Em 2011 lançou "Antes Do Futuro" que foi reeditado agora pela Editorial Presença, edição lindíssima que me chamou muito a atenção!

 

Este livro passa-se em 1996 em que menos de metade dos alunos americanos do ensino secundário usa a Internet, os livros da Saga Harry Potter ainda não foram publicados (curioso não é?) e os Pearl Jam lideram os tops musicais. A história é contada por Josh e Emma, vai alternando a vez conforme os capítulos. Eles são vizinhos e melhores amigos mas há seis meses que eles não falavam até que Emma recebe o seu primeiro computador e Josh instala-lhe um CD-ROM que lhe dá acesso a cem horas de Internet gratuitas mas ao instalar o CD eles são transportados para uma página chamada Facebook onde vêem versões de si mesmos 15 anos mais velhos. Aquela página parece que vê o futuro de ambos o que leva a Emma e Josh confrontarem-se com o que estão a fazer certo e errado no presente. 

 

Acho que este livro tem uma grande originalidade por abordar este assunto do início do facebook e deu para descobrir um pouco mais sobre como era antes a vida sem a tecnologia de atualmente. Também gostei bastante da escrita do autor por ser bastante leve o que me fez demorar 2 dias a terminar. 

 

Isto tinha tudo para ser brilhante mas não foi. O autor decidiu juntar romance, clichés atrás de clichés. Pronto estragou tudo. Para além disso os personagens são tão mal construídos e só ligam a aparências. Só namoram com este ou com aquele por ser giro porque nem amavam a pessoa, estavam sempre a comentar que aquele tem um grande corpo e que queria curtir com ele. O livro todo assim, bastante repetitivo. 

 

O livro não deixa de passar uma grande mensagem, os atos de hoje sejam bons ou maus terão consequências no futuro. Não é um mau livro de todo, recomendo para quem não lê muito romances. 3 estrelas é o que este livro merece. 

 

       "O importante não é ter, automaticamente, o controlo. É assumi-lo com os recursos de que dispomos."

07
Jul17

Um momento inesquecível | Opinião

Daniela

 

A história começa com um Landon Carter de cinquenta e sete anos a confessar como a experiência que vai ser narrada foi trágica e marcante para ele. Aos dezassete anos seguindo o conselho do pai ausente, Landon candidata-se à presidência da Associação de Estudantes da sua escola para facilitar a sua entrada na Universidade. Acaba por ganhar e vê-se sem alternativas para arranjar um par para o Baile, depois de ser rejeitado por quase todas as raparigas lembrou-se que faltava uma, Jamie Sullivan, uma rapariga que é gozada por todos os colegas por ser querida para toda a gente, andar sempre com uma bíblia e por o seu pai ser o pastor da Igreja. Mas ele acaba por convida-la e surpreendeu-se pela noite ter sido tão boa e pela Jamie o ter ajudado em tudo. Como consequência, ele vê-se na obrigação de aceitar o emotivo pedido de Jamie e entrar na peça do Reverendo Sullivan, que retrata a sua filha e falecida esposa. Depois disto ele começa a ir aos ensaios e depois coloca-la em casa e é aí que ele conhece melhor a Jamie. Como é óbvio já estão a ver onde isto acaba, romance entre eles e tal mas enganam-se há muito mais por contar neste livro!

Apesar de não parecer este livro fala muito de Deus e da bíblia entre outras coisas, o que eu acho que foi demasiado porque foram páginas e páginas só a falar disso.

Este foi o primeiro livro que li de Nicholas Sparks, gostei muito da escrita dele e acho que ele passou uma ótima mensagem com este livro! O fim deste livro fez-me emocionar por ser tão belo e tão fofo, fiquei completamente sem palavras quando li o final. Também achei que a editora ASA (leya) fez um ótimo trabalho com a capa, achei uma completa fofura! Dou 4.5 estrelas a este livro maravilhoso, só não dou as 5 por este livro mencionar tanto Deus, como mencionei em cima. 

 

O amor é paciente, o amor é prestável, não é invejoso, não é arrogante nem orgulhoso, nada faz de inconveniente, não procura o seu próprio interesse, não se irrita nem guarda ressentimento. Não se alegra com a injustiça, mas rejubila com a verdade. Tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Blogs Portugal

Leitura Do Momento