Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DeLivros

DeLivros

07
Ago17

Em Chamas | Opinião

Daniela

 

 

 

  Suzanne Collins lançou a trilogia "Os Jogos Da Fomes" que foi um sucesso e encantou muitas pessoas incluindo eu. "Em Chamas" é o segundo livro lançado da trilogia e foi bestseller em diversas revistas e jornais durante semanas.

 

Já quase sem me recordava da história do primeiro volume (opinião aqui) mas mesmo assim insisti e li de vez o segundo. Confesso que no início como não estava muito dentro da história, embora tenha revisto o filme, demorei um pouco a iniciar a leitura mas assim que peguei nele como deve ser e com calma não consegui mais parar de ler. Foram dois dias em que não descansava sem acabar o livro. Amei a escrita da autora, consegui mesmo entrar na história. Sim o que vou dizer a seguir pode ser o mesmo de sempre mas eu nunca jamais chorei (mesmo chorar) tanto por uma história. Emocionou-me mesmo muito.

 

Os personagens continuam iguais, maravilhosos embora não tenha gostado da indecisão de Katniss, não é só indecisão, é que quando se lembrava beijava um e no momento seguinte já era outro. Irritante! Já para mais ela é bastante arrogante em algumas partes e age bastante por impulso sem pensar em consequências. 

 

Peeta, o meu querido Peeta! Está confirmado, sou #TeamPeeta. Não dá como não gostar dele, é um amor, decidido, inteligente e gosta de ajudar os outros. 

 

Cinna, é outro personagem que adoro! Nos momentos piores sempre apoiou a Katniss e quando mais ninguém gostava dela ele esteve lá! Tem personalidade forte e é simplesmente fantástico!

 

Acontece tanta coisa neste livro, tanta fúria, tanto amor, tanta reviravolta, tanta guerra. É impossível não amar.

O final para mim foi simplesmente uma bomba, foi excelente! Um dos melhores finais que já li! Gostei tanto que tive de ir logo a uma biblioteca buscar o terceiro livro.

 

5 estrelas para este livro fantástico, vale muita a pena. Tenho a certeza que vou querer ir comprar os três livros para a minha estante. Ler Jogos Da Fome é ler e não parar mais.

  

 

 

 

11
Jul17

Que Alguém Me Queira Cinco Minutos! | Opinião

Daniela

 

 

José María Plaza, autor espanhol lançou este livro "Que Alguém Me Queira Cinco Minutos!" em 1996. Um livro bastante antigo mas que me encantou e tocou. 

 

Conta a história de duas amigas inseparáveis: Marta e Júlia. A Marta é simpática e atraente e tem bastante sucesso com os rapazes, enquanto que a Júlia não se sente bem com o corpo que tem e é bastante carente por isso tenta procurar afeto em Marta. Dias passam e Júlia começa a meter à prova a sua capacidade de amar e então recorre de novo a Marta mas desta vez pede ajuda. 

O livro é contado de dois pontos de vista individuais, por isso, é um capítulo em que quem fala é a Marta depois a Júlia e no final as duas juntas. A escrita do autor é realmente muito boa e leve, consegui entrar mesmo nesta história o que me fez emocionar no final, foi sem dúvida um grande final.

 

Surpreendeu-me bastante este livro, esta história e estas personagens! É muito fora do comum existir histórias destas naquela altura o que tenho a certeza que também surpreendeu muita gente. 

Este livro entrou diretamente para os meus favoritos de 2017 e da vida, embora seja antigo vale muito muito a pena ler. 5 estrelinhas para este livro e recomendo bastante, não se vão arrepender.

 

 

"Se alguém me diz que me ama, embora seja mentira, eu acredito. Pode ser verdade nesse momento. O amor nem sempre é eterno: só o amor que sonhamos.

Toda a vida tentei ser amada, mesmo que fosse por um instante. Por cinco minutos. Cinco minutos são suficientes para viver o estremecimento e a emoção, para sentir que uma pessoa está a dizer-nos que nos ama, que nos ama, que somos importantes... Que nos ama, embora nos minta um pouco."

10
Jul17

Antes Do Futuro | Opinião

Daniela

 

 

 Jay Asher é autor do bestseller internacional do livro Por Treze Razões, aquela série da Netflix que bombou muito. Em 2011 lançou "Antes Do Futuro" que foi reeditado agora pela Editorial Presença, edição lindíssima que me chamou muito a atenção!

 

Este livro passa-se em 1996 em que menos de metade dos alunos americanos do ensino secundário usa a Internet, os livros da Saga Harry Potter ainda não foram publicados (curioso não é?) e os Pearl Jam lideram os tops musicais. A história é contada por Josh e Emma, vai alternando a vez conforme os capítulos. Eles são vizinhos e melhores amigos mas há seis meses que eles não falavam até que Emma recebe o seu primeiro computador e Josh instala-lhe um CD-ROM que lhe dá acesso a cem horas de Internet gratuitas mas ao instalar o CD eles são transportados para uma página chamada Facebook onde vêem versões de si mesmos 15 anos mais velhos. Aquela página parece que vê o futuro de ambos o que leva a Emma e Josh confrontarem-se com o que estão a fazer certo e errado no presente. 

 

Acho que este livro tem uma grande originalidade por abordar este assunto do início do facebook e deu para descobrir um pouco mais sobre como era antes a vida sem a tecnologia de atualmente. Também gostei bastante da escrita do autor por ser bastante leve o que me fez demorar 2 dias a terminar. 

 

Isto tinha tudo para ser brilhante mas não foi. O autor decidiu juntar romance, clichés atrás de clichés. Pronto estragou tudo. Para além disso os personagens são tão mal construídos e só ligam a aparências. Só namoram com este ou com aquele por ser giro porque nem amavam a pessoa, estavam sempre a comentar que aquele tem um grande corpo e que queria curtir com ele. O livro todo assim, bastante repetitivo. 

 

O livro não deixa de passar uma grande mensagem, os atos de hoje sejam bons ou maus terão consequências no futuro. Não é um mau livro de todo, recomendo para quem não lê muito romances. 3 estrelas é o que este livro merece. 

 

       "O importante não é ter, automaticamente, o controlo. É assumi-lo com os recursos de que dispomos."

06
Jul17

Leite e Mel | Opinião

Daniela

 

Já li este livro à meses mas novamente a preguiça é demasiada para fazer a opinião. Este livro é do tipo doce mas arrebatador. Senti cada dor neste livro, cada palavra, absolutamente tudo. É sem dúvida dos meus livros preferidos de 2017. 

Primeiramente tenho de referir que esta edição é completamente linda, o livro está em capa dura (adoro) e está dividido por quatro conteúdos, a dor, o amor, a separação e a cura. Portanto cada parte fala sobre o que é a dor, o amor e a separação e o que transmite e depois também tem a cura para tudo isto. 

Este livro partiu completamente o meu coração e deixou-me ver a vida de outra forma. Como a minha irmã diz (vídeo dela aqui)  este livro é para ler, para fechar, para chorar, para abraçar, para cheirar, para imaginar, para sentir, para pensar e para mudar. Eu acho que ao ler este livro eu passei por todas estas fases, acho que é um livro perfeito para pensar e reflectir um bocadinho. Este livro tem simples e pequenas frases mas que me disseram tanto. 

Um livro surpreendente e maravilhoso. 5 estrelas a este livro maravilhoso e aconselho muito. 

 

pensar que somos 

capazes de tanto amor

e no entanto escolhemos

ser venenosos

26
Mai17

Tudo, Tudo e Nós | Opinião

Daniela

 

Primeiro livro lido este ano, já o li há mais de 3 meses mas a preguiça de fazer opiniões é grande. Apeguei-me tanto a esta história que li este livro em 3 dias mais coisa menos coisa.Este livro despertou-me imensa atenção pela capa linda e maravilhosa, pelos capítulos serem curtíssimos e diferentes, pela personagem principal ser negra, porque normalmente neste tipo de livros são sempre adolescentes brancos e perfeitinhos (não sou racista mas é real) e por este livro ir virar filme, mega curiosa para ver o que vem daí!

Este livro conta a história de Madeline que tem uma doença por causa disso nunca poderá sair de casa portanto Madeline nunca saiu à rua porque lhe detectaram esta doença poucos meses depois de ter nascido. Ela vive em casa com a sua mãe e uma enfermeira que lhe monitoriza a saúde dela. Madeline tem aulas em casa mas são virtuais por ser raro alguém ir a sua casa porque tem de passar por um processo gigante de descontaminação e não é toda a gente que se arrisca a isso. A casa ao lado dela estava fazia até que vai para lá um casal que tem dois filhos uma rapariga e um rapaz chamado Olly que vai despertar bastante e até demais interesse na Madeline. Eles começam a trocar emails e mensagens e começam-se a apaixonar o que vai levar Madeline a cometer algumas loucuras. Sim, eu sei que parece cliché mas acreditem que este livro tem uma grande reviravolta e tem piada é ser surpreendido portanto não vou contar mais nada acerca dele! O final para mim não foi nada construído, não gostei parece que a história não acaba ali e por isso dou 4,5 estrelas ao livro só não dou 5 pelo final que me desiludiu! Aconselho muito este livro, ele prende toda a gente à história e é muito muito bom!

 

Aqui e Agora

A matemática do Olly diz que não podemos prever o futuro. Mas afinal também não podemos prever o passado. O tempo move-se nas duas direções - para frente e para trás- e aquilo que acontece aqui e agora altera esses dois momentos.

 

11
Fev17

Mais um livro terminado #16 | A Escolha

Daniela

 

14504821_646819102162486_6994679340495536128_n.jpg

 

Livro lido o ano passado. Finalmente terminei a trilogia "A Seleção". 

Foi difícil acabar este livro, sentir um vazio, pensar que acabou tudo, que me terei de desapegar a este mundo distópico maravilhoso. Sei que há a herdeira mas já não vai ser a mesma coisa. 

Um livro maravilhoso mas esperava mais, desiludiu-me bastante este final esperava um grande final parece que falta ali qualquer coisa que foi um final à pressa que não havia mais nada para colocar. 

Houve momentos que também fora desnecessários, muitas voltas para depois dar aquele final... Não gostei.

Acho que este livro tem personagens marcantes e maravilhosos, continuam com camadas o que me cativa sempre. A sociedade está fantasticamente ligada a tudo, às relações tudo! 

Apesar de todos os defeitos que indiquei como é óbvio que tem de haver qualidades pois se não houvesse não era um livro da Kiera Cass. A escrita da Kiera continua maravilhosa, misteriosa o que nos faz não querer largar o livro e continuar a ler sempre e sempre. 

Dou 4.5 estrelas a este livro marcante, maravilhoso mas ao mesmo tempo uma desilusão.

14
Set16

Mais um livro terminado #15 | Diário De Uma Totó 1

Daniela

 Já tinha lido este livro à alguns aninhos e confesso que na altura era o meu tipo de livro favorito: Diário. A altura em que ainda não tinha descoberto as distopias. Quem escrever esta série de livros foi a escritora Rachel Renée Russell:

 A primeira vez que li este livro de certeza que achei muito mais piada, acredito nisso porque me lembro que fui logo à procura do segundo (cheguei a comprar o segundo e o terceiro que os tenho aqui para ler). Decidi lê-los para não ficarem ali na estante sem terem sido pegados isso para mim é dinheiro mal gasto!

Portanto este livro tem apenas 282 páginas que se lê em menos de uma tarde ( que foi o que aconteceu comigo li em 2 horinhas ou lá o que foi) .

Não posso dizer que não gostei porque gostei. Gosto bastante da forma como a autora escreve, é engraçada e o que eu não esperava é que dá para dar umas gargalhadas sim! 

Acabei por meter post-its também neste livro nas coisas positivas mas também nas negativas porque sim houve 1 coisa que me irritou muito, passo a explicar: neste livro a escritora repetiu mais de mil vezes duas frases:

Mas disse tudo isto dentro da minha cabeça, mais ninguém ouviu.

 

Não é que eu tenha inveja deles, nem nada. Quer dizer, mas que CRIANCICE, certo?!

 

Havia muita forma de dizer aquilo, acho que foi mesmo foi falta de criatividade. 

Tirando isso gostei achei um bom livro mas claro que depende de pessoa para pessoa se vão gostar ou não e também consoante as idades! 

Dou 4 estrelas ao livro e aconselho para quem quer um livro rápido e se rir um pouco :)

 

26
Ago16

Mais um livro terminado #14 | A Elite

Daniela

 

14124184_1087989751268188_1206171650_o.jpg

 Ainda estou a procurar as palavras certas para descrever o que senti e o que achei deste livro. Este livro foi escrito pela escritora que mais gosto neste momento, Kiera Cass:

 Bem primeiro tenho de dar os parabéns à escritora pelo trabalho espectacular que fez neste livro ( também do primeiro livro mas estamos a falar deste... ). Existe algo na escrita da autora, uma realidade subjetiva, algo misterioso, implícito, até mesmo grandioso. 

Foi este livro que me fez estar até às 3 da manhã a ler, e não conseguia parar, não sei como a escritora faz isso mas ela prende mesmo o leitor. 

Portanto neste livro apenas estavam 6 candidatas o que complicou bastante as coisas. Neste livro a autora já misturou mais ação e muito mas muito drama mas o romance manteve-se sempre. Não estava nada à espera que este livro fosse assim tão bom, tão imprevisível, acreditem eu dei por mim a ler de boca aberta com o que aconteceu. 

Depois também me apaixonei pela maneira que a escritora liga os pequenos pormenores, aqueles que pensamos que não significam nada. 

Aconteceram coisas que não estava nada à espera. Não posso dizer que não me emocionei porque desta vez isso aconteceu. Conhecemos mais coisas sobre Maxon e aí é que a Dona Daniela se desmanchou a chorar (como sempre) mas também houve momentos em que me derreti completamente.

Continuei a não gostar muito do Aspen, e houve algumas atitudes do Maxon e da América que também não gostei mas são só pormenores nada de mais.

Sem dúvidas, amei o livro. A narrativa intensa da autora, os personagens, a sociedade... estou muito ansiosa para ler o próximo e é quase certo que não vou me decepcionar!

Dou 5 estrelas a este livro é realmente muito bom, acho que se estás à procura de um livro que te prenda mesmo e que te faça apaixonar pelos personagens tens de ler esta saga!

 

 

21
Ago16

Mais um livro terminado #13 | Muito Mais Que Cinco Minutos

Daniela

 

14059946_10154388757054323_1979878649_o.jpg

 

 Um livro curtinho e engraçado. Escrito por uma das maiores youtubers do Brasil, Kéfera Buchmann:

 

 ( quem não conhecer e quiser é só clicar na imagem e irá imediatamente ao canal dela )

 

Kéfera neste livro falou do bullying que sofreu no seu passado, as suas paixonetas entre outras mil histórias da sua infância. Deu várias dicas de como agir àquela determinada situação. Dá para dar umas valentes gargalhadas com a "babaca" (como ela diz) que ela fala no livro. 

Tem 120 páginas mas é um livro muito rapidinho de ler, mas ela também podia enrolar menos a história e diminuir um pouco o livro. 

 

Escolhi 3 frases que achei interessantes neste livro:

Seria bom se aceitássemos que a originalidade é muito mais do que apenas uma palavra legal — é uma atitude que nos leva a ousar sem se importar tanto com o julgamento alheio. É lindo se portar e agir como temos vontade, desde que isso não desrespeite outras pessoas, claro.

Uma coisa que ficou muito óbvia para mim com o passar do tempo: se você é uma pessoa do bem e não faz mal a ninguém, mais cedo ou mais tarde a vida sorri para você.

Sabe aquela velha frase que você ouvia da sua avó? “O tempo é o melhor remédio”? Vou te falar: sua avó tinha razão. Essa é a segunda única certeza da nossa vida. A primeira é a morte. Prefiro pensar que tudo pelo que passamos serve de experiência. É como um jogo de videogame: quanto mais você joga, melhor você fica. Mais experiência você ganha. Ou seja, a vida é tipo um jogo de videogame. (Só não dá para sair pulando montanhas por aí. Se morrer uma vez, já era. Não tem botão reset.)

 

Eu não sou fã dela só li mesmo porque me disseram que ia gostar, tenho a certeza que quem é fã dela que vai gostar muito mais do que eu!

É um livro para passar o tempo nada mais, dou 3 estrelas ao livro.

 

17
Ago16

Mais um livro terminado #10 | A Seleção

Daniela

 

14012625_1080771968656633_1690166620_o.jpg

 Consegui ler este livro em apenas 3 dias! Amei completamente este livro. Desde do primeiro capítulo do livro que fiquei fascinada e viciada. 

A história passa-se num país chamado Illéa, um país que é dividido em castas. A história é narrada pela protagonista, America Singer, uma rapariga de casta Cinco que entra para A Seleção, onde vem a competir com outras 34 raparigas a mão de um Príncipe chamado Maxon, mas também o título de princesa e futura rainha de Illéa.

Amei a América e o Maxon. Ok, confesso que ao princípio adorava Aspen mas quando voltou a aparecer na história eu detestei-o completamente. Nem foi por ter aparecido foi mais pelo que sucedeu. Era escusado! Tirando essa cena mais para o final eu gostei de todas as partes. 

Quem me recomendou a saga foi a minha irmã como é óbvio e ainda bem que o fez porque amei e eu a pensar que não ia gostar!

(Nem sei quantos post-its utilizei mas meti muitos  e eu nem costumo meter. )

Estou completamente a dar em maluca porque quero muito ler o segundo livro, estou com a história toda na cabeça os personagens tudo! É realmente muito viciante e espectacular este livro!

Sem dúvida a minha segunda saga favorita. A primeira claro Divergente!

Dou 5 estrelas ao livro e aconselho muito muito!

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Blogs Portugal

Leitura Do Momento